Livros, Resenhas

RESENHA: O Iluminado

Ficha Técnica:

Nome do livro: O Iluminado

Título original: The Shining

Autor: Stephen King

Páginas: 464

Ano: 2012

Editora: Suma de Letras

Gênero: Ficção norte-americana/terror/ suspense.

“Jack Torrence consegue um emprego de zelador em um velho hotel, e acha que será a solução dos problemas de sua família: não vão mais passar por dificuldades, sua esposa não vai mais sofrer e seu filho, Danny, vai poder ter ar puro para se livrar de estranhas convulsões. Mas as coisas não são tão perfeitas como parecem: existem forças malignas rondando os antigos corredores. O hotel é uma chaga aberta de ressentimento e desejo de vingança, e, inevitavelmente, um embate entre o bem e o mal terá de ser travado.”

O livro conta a história da família Torrence, que mudam-se durante o inverno para um hotel afastado da cidade e por conta da neve eles, praticamente, ficam presos no grande e antigo hotel. O casal tem um filho chamando Danny que vê coisas além no normal, como espíritos, mas ele é criança então não sabe lidar com seu dom e nem como contar aos pais sobre ele.  Jack é um escritor e ele acredita que se afastando de todos e trabalhando em um hotel fechado vai conseguir quebrar o bloqueio literário no qual ele se encontra. Sendo um ex alcoólatra, ele encontra dificuldade de se manter são dentro do hotel, que parece brincar com ele e querer destruir sua família.giphy

Neste livro, é importante ressaltar que, o hotel é um personagem fundamental para o desenvolvimento da história. Dentro dele aconteceram uma série de assassinatos e mortes misteriosas, por isso, o dom de Danny fica mais aflorado e Jack fica mais perturbado, começa a ter surtos e o hotel começa a mexer com a mente dele.

Em meu ponto de vista, não é um livro que dá medo mas sim, um livro que mexe com nossa cabeça, de o que é real ou não e se nós temos o dom de Danny, pois em certo momento é dito que as mães possuem um dom, como um instinto mais aflorado -tipo quando falam pra gente levar casaco por que vai fazer frio e realmente faz- e quando isso é passado para mãe de Danny, ela entende a situação de Danny e seu instinto de proteção fica maior.

O que é interessante nesse livro é o jeito que o autor faz você se misturar com os personagens, por exemplo: em certo momento do livro, Danny vai passar por um corredor e vê uma mangueira – e ele sabe que aquilo é uma mangueira- mas em sua imaginação ele vê uma cobra e mesmo sabendo que aquilo não é real, o leitor sente o medo que o personagem sente.

É um livro muito mais que interessante, ele é intrigante. Nos primeiros capítulos a gente se sente parte do hotel e que vemos o que o personagem vê, eu acho incrível o modo de escrita do Stephen King e acho que todos que gostam de coisa boa deveriam ler esse livro, é incrível.

Leave a Reply